Rio de Janeiro, 21 de Julho de 2017
           
       


Cromoterapia Prática
:: Leia o Resumo




Leia o resumo do Livro
:: Leia o Resumo

 

Leia o resumo do Livro




Leia o resumo do Livro




A Trilogia das Cores



Saiba mais sobre o Pyracromos
:: Conheça o Pyracromos



Saiba mais sobre o Bastão Atlante
:: Conheça o Bastão Atlante



Akhenaton, o Faraó iluminado
:: Leia o Resumo

 

Nefertiti

 


Tutankhaton

 


 


Civilizações Perdidas

 


Extraterrestres

 

Vidas Passadas
::  Leia o Resumo

 


A Grande Piramide

 


Minha Vida na Outra vida no Egito

 

 

 

 


   A Cromoterapia é uma ciência médica-energética, assim como a Homeopatia e a Acupuntura. Ela está fundamentada em três ciências: a Medicina, definida como a arte de curar; a Física, que estuda as transformações da energia, explicando a natureza da luz; e a Bioenergética, ciência que analisa a energia vial e comprova a existência do corpo bioenergético.
   Muitos estudantes encontram sérias dificuldades nos estudos pela falta de concentração, mas desconhecem que a sua origem é energética.
   O homem vive, consciente ou inconscientemente, envolto por um complexo campo de radiações, formando um verdadeiro oceano de energias.
   Todo ser humano recebe ao nascer a energia cósmica através de um vórtice na cabeça, cuja localização vai depender do tipo de parto. Na cabeça existem cinco vórtices, sendo só um próprio para receber essa energia, que se chama Coronário, e os outros são vórtices auxiliares: Frontal, Occipital, Temporal Direito e Esquerdo, que também podem captar essa energia quando o parto for traumático para o bebê, pois o Coronário se fecha automaticamente. Porém, a entrada de energia cósmica por um vórtice auxiliar pode acarretar inúmeros problemas. É possível verificar por qual vórtice penetra o fluxo energético através de um aparelho denominado "aurameter".
   Esses vórtices fazem parte do corpo de energia, que os russos denominaram de bioplásmico e os americanos de bioenergético. Na realidade existem sete vórtices principais ao longo do corpo e outros auxiliares.
   Diversos pesquisadores comprovaram cientificamente a existência desse corpo energético através de aparelhos, como:

   Semyon Kirlian, russo, que fabricou uma máquina com a capacidade de fotografar o halo de energia que circunda a periferia do corpo físico;

   Dr. Hiroshi Motoyama, japonês, Ph.D. em Filosofia e Psicologia Clínica, considerado pela UNESCO como um dos dez cientistas mais importantes do mundo, que inventou um aparelho para medir as reações dos plexos nervosos pela ativação de um vórtice, pois origina-se um excesso de energia mensurável nas terminações dos meridianos das mãos e dos pés;

   Dra. Shafica Karagulla, Neuropsiquiatra e Professora de Psiquiatria na Universidade de New York, USA, cuja pesquisa assinala uma grande conquista na área da Medicina, pois obedeceu à metodologia científica, e demonstrou que os processos das doenças têm uma correspondência no campo ou corpo energético humano, evidenciados nos seus centros de força ou vórtices.

   A direção do fluxo energético nos bebês é um assunto de vital importância, mas quase desconhecido pela maioria das pessoas.
   Sempre que o nascimento de um bebê ocorrer através de parto natural, a energia cósmica penetrará pelo vórtice coronário, distribuindo-se pelos outros vórtices e mantendo o equilíbrio físico-energético.
   Entretanto se a criança nascer de um parto cesáreo, apresentará entrada de energia pelo Vórtice Frontal e sofrerá as suas conseqüências, manifestando um comportamento irriquieto, agitado; às vezes com insônia; e terá falta de concentração, o que irá prejudicar o seu aprendizado na escola.
   Se o jovem não corrigir a entrada do fluxo de energia, levará o problema de falta de concentração para o resto da vida. Poderá estudar e até cursar uma Faculdade, mas terá as dificuldades citadas, e também falta de memorização, sendo obrigado a ler muitas vezes a lição para aprender.
   O parto mais traumático ainda para o bebê, como o caso de o cordão umbilical estar enrolado no pescoço ou o uso de fórceps, fará com que o fluxo energético penetre pelo vórtice Occipital, podendo desenvolver a enxaqueca ou alguns problemas neurológicos.
   Com as aplicações da Cromoterapia é possível normalizar a referida entrada de energia para o Coronário, deixando a criança mais calma e desenvolvendo a capacidade de concentração, o que irá facilitar os seus estudos na escola e na faculdade, bem como o seu trabalho futuro em qualquer profissão que escolher.
   Este é um dos motivos para que a mulher grávida deseje o PARTO NATURAL, sempre que possível.
   Maiores informações: Espaço “Nascer Feliz” - +55 51 30246453



( imprimir esta matéria | indicar a página )

 
Histórico ::   
Cursos ::   
Palestras ::   
Consultas ::   
Casos Recup. ::   
 
M. Quântica ::  
Na Enxaqueca ::  
No Esporte ::  
No Stress ::  
Para Crianças ::  
Para Estudantes ::  
Foto-Aura ::  
Revistas ::  
 
Cores no A. Egito ::  
Akhenaton (hom.) ::  
Comentário ::  
Viagens-Pesquisa ::  
 
Curriculum Vitae ::  
Resumo Curricular ::  
Congressos/Cursos ::  
Livro de Visitas ::  
Como Comprar ::  
 
visitas: 94734
:: Página melhor visualizada com resolução: 800x600 ::

Curso de Cromoterapia
Saiba mais..

Fechar