Rio de Janeiro, 21 de Julho de 2017
           
       


Cromoterapia Prática
:: Leia o Resumo




Leia o resumo do Livro
:: Leia o Resumo

 

Leia o resumo do Livro




Leia o resumo do Livro




A Trilogia das Cores



Saiba mais sobre o Pyracromos
:: Conheça o Pyracromos



Saiba mais sobre o Bastão Atlante
:: Conheça o Bastão Atlante



Akhenaton, o Faraó iluminado
:: Leia o Resumo

 

Nefertiti

 


Tutankhaton

 


 


Civilizações Perdidas

 


Extraterrestres

 

Vidas Passadas
::  Leia o Resumo

 


A Grande Piramide

 


Minha Vida na Outra vida no Egito

 

 

 

 


   Com o título de "As Cores no Antigo Egito" proferi a minha primeira palestra como membro do Centro de Egiptologia do Clube Naval - Rio de Janeiro, na qual fiz uma homenagem a quem eu considero o maior vulto da história do Egito: Akhenaton.
   Akhenaton assumiu o trono do Egito como Amenhotep IV, fazendo uma co-regência com seu pai, o Faraó Amenhotep III. Após a morte deste, o Faraó Amenhotep IV mudou o seu nome para Akhenaton, fazendo uma reforma social, política, religiosa e artística, construindo uma nova cidade no meio do deserto, que se chamou Akhetaton - O Horizonte de Aton.
   Akhenaton conduziu a religião egípcia no sentido de despertar o povo para a compreensão do Deus Ùnico e de mostrar o caminho da ascensão espiritual que todo ser humano deve seguir, através do AMOR, da JUSTIÇA e da VERDADE para atingir a essência da Luz.
   Séculos depois Jesus veio concretizar essa missão, ensinando:

AMOR: "Deveis amar ao próximo como a vós mesmos."

JUSTIÇA: "Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e a sua Justiça, e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo."

VERDADE: "Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará."

   Percebe-se então que Akhenaton foi o precursor dos ensinamentos de Jesus, pois ambos vieram transmitir a palavra de Deus, que se fundamenta no Amor, na Justiça e na Verdade.
   Akhenaton ensinava a seu povo que era necessário "Viver em Verdade", pois só assim seria possível encontrar a trilha do Amor e da Justiça, esteios do equilibrio que conduzem o homem à evolução para alcançar a tão almejada felicidade.
   Esta era a máxima de Akhenaton: VIVER EM VERDADE, pois quem vive em verdade, tem o coração pleno de Amor e Justiça.
   Akhenaton foi o Faraó do Amor, pois não admitia a guerra.



( imprimir esta matéria | indicar a página )

 
Histórico ::   
Cursos ::   
Palestras ::   
Consultas ::   
Casos Recup. ::   
 
M. Quântica ::  
Na Enxaqueca ::  
No Esporte ::  
No Stress ::  
Para Crianças ::  
Para Estudantes ::  
Foto-Aura ::  
Revistas ::  
 
Cores no A. Egito ::  
Akhenaton (hom.) ::  
Comentário ::  
Viagens-Pesquisa ::  
 
Curriculum Vitae ::  
Resumo Curricular ::  
Congressos/Cursos ::  
Livro de Visitas ::  
Como Comprar ::  
 
visitas: 94734
:: Página melhor visualizada com resolução: 800x600 ::

Curso de Cromoterapia
Saiba mais..

Fechar